Radio Alvorada FM Ao Vivo.

DATA E HORA

PAGINA INICIAL

ATENÇÃO LEITORES:

ATENÇÃO: A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORÃO DEIXA CLARO QUE NÃO SE RESPONSABILIZARA PELOS COMENTÁRIOS POSTADOS NAS MATÉRIAS PUBLICADAS NESTE BLOG, TODOS FICARÃO CIENTES QUE AO PUBLICAREM QUALQUER COMENTÁRIO INADEQUADO OU OFENSIVO, QUE O MESMO SERÁ DE SUA INTEIRA RESPONSABILIDADE. ATENCIOSAMENTE A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORAO.

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Estudante de 18 anos morre com suspeita de meningite.

O estudante Wemerson Pereira Lopes, 18 anos, morreu na noite desta quarta-feira (16/10/2013) com suspeita de meningite. O jovem, natural do município de Oeiras-PI, estava internado há 11 dias no Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela (IDTNP), em Teresina-PI, com fortes dores de cabeça, na nuca, peito e inchaço no corpo.
De acordo com familiares, o laudo cadavérico atestou que uma bactéria infectocontagiosa causou a morte do estudante. A cunhada do jovem, Irismar Borges, conta falta ainda o resultado de dois exames para comprovar a causa real do óbito.
"Ele estava internado desde o último dia 05 e não resistiu, vindo a falecer por volta das 21h30 de ontem. Estamos agora aguardando para saber o resultado dos dois últimos exames", conta Irismar Borges.
Wemerson Pereira estudava no 2º ano do Ensino Médio em uma escola da rede privada de Teresina-PI. O corpo está sendo velado na residência de familiares em Oeiras-PI, e deverá ser sepultado por volta das 18h, no cemitério Recanto da Esperança. Através das redes sociais, pelo Facebook, vários amigos deixam mensagens de apoio a familiares do estudante.
A Coordenação de Vigilância Epidemiológica, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) informou que o caso de meningite ainda não foi confirmado e que uma bactéria infectocontagiosa pode ocasionar outras doenças.
SINTOMAS:
A meningite é a inflamação das meninges, membranas que envolvem o cérebro. A doença pode ser causada por vários tipos de micróbios, entre eles o meningococo, principal agente durante as epidemias. Trata-se de uma doença grave, que envolve o sistema nervoso central e pode levar à morte. Os principais sintomas são: febre alta, dor de cabeça intensa, náuseas, vômitos, rigidez de nuca e, algumas vezes, manchas na pele (tipo picada de mosquito). Em crianças pequenas, há também o abaulamento de fontanela (moleira inchada). Apesar de grave, a meningite bacteriana tem cura, desde que diagnosticada rapidamente e tratada com antibiótico apropriado.
TRANSMISSÃO:
O micróbio pode ser transmitido da garganta de uma pessoa a outra, através de gotículas da tosse, espirro e beijo. A meningite nem sempre é transmitida por indivíduos doentes. Algumas pessoas (geralmente adultas) que abrigam o meningococo na garganta podem retransmiti-lo, mesmo sem estarem doentes: são os chamados portadores sãos. A meningite atinge pessoas de todas as idades, sendo as crianças menores de cinco anos normalmente as mais afetadas.
PREVENÇÃO:
Diversas medidas de controle são essenciais para prevenir epidemias de meningite. As principais são: o diagnóstico precoce com a internação de pacientes com sintomas da doença; a vacinação das pessoas em contato muito próximo com enfermos (especialmente dentro do mesmo domicílio); e a vacinação das pessoas com maior risco de adquirir a doença, como as submetidas à retirada cirúrgica do baço (esplenectomizados), as portadoras de disfunção do baço (asplenia funcional da anemia falciforme, da talassemia) ou aquelas com deficiências de imunoglobulinas e do complemento.
FONTE: http://www.cidadeverde.com/oeiras

Nenhum comentário:

Postar um comentário