Radio Alvorada FM Ao Vivo.

DATA E HORA

PAGINA INICIAL

ATENÇÃO LEITORES:

ATENÇÃO: A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORÃO DEIXA CLARO QUE NÃO SE RESPONSABILIZARA PELOS COMENTÁRIOS POSTADOS NAS MATÉRIAS PUBLICADAS NESTE BLOG, TODOS FICARÃO CIENTES QUE AO PUBLICAREM QUALQUER COMENTÁRIO INADEQUADO OU OFENSIVO, QUE O MESMO SERÁ DE SUA INTEIRA RESPONSABILIDADE. ATENCIOSAMENTE A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORAO.

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

O fantástico da rede globo deste domingo 05/01/2014 mostrou os perigos e mortes por Motos aquáticas, Incluindo no Piauí.

As equipes do Fantástico percorreram praias e represas do Brasil para denunciar que ainda é fácil alugar moto aquática e pilotar o equipamento sem habilitação. A prática é ilegal, feita no jeitinho, pra fugir da fiscalização. E expõe todo mundo ao perigo - quem pilota e, principalmente, quem está na água, só pra curtir o verão.
É lei: só pode pilotar uma moto aquática quem fez aulas, passou nas provas e conseguiu a habilitação. Mas, em algumas praias, se você pagar, não precisa de nada disso.
Esta semana, o Fantástico foi a várias praias e represas, para saber o que aconteceu de dois anos pra cá? Em janeiro de 2012, mostramos como as motos aquáticas representavam um perigo para os banhistas.
Um mês depois - em fevereiro de 2012 - Grazielly, de 3 anos, foi atropelada e morta por uma embarcação dessas, no litoral paulista.
“O tempo vai passando, a gente sente que realmente você perdeu a pessoa que você mais amava”, disse o pai Gilson Almeida da Silva.
Hoje, as autoridades dizem que ficou mais difícil tirar a habilitação, que as provas estão mais rigorosas. Só que nossas equipes constataram que a imprudência continua.
Menores de 18 anos não podem pilotar, mas pilotam. E criança não deve ficar no banco da frente, alerta a Capitania dos Portos.
“A criança, mesmo que esteja um maior pilotando, não pode ir no primeiro assento”, destaca o capitão Marcelo Ribeiro de Souza da Capitania dos Portos- SP.
O uso do colete salva-vidas é obrigatório, mas o empresário Alexandre Silva, 26 anos; e a estudante Luísa Neves, de 16, não usavam colete. E ela não sabia nadar. Os dois morreram afogados no mês passado, numa barragem, em José de Freitas-PI, a cerca de 40 quilômetros de Teresina-PI.
Há uma semana, em outra barragem, em Guadalupe, também no Piauí, as vítimas foram o empresário Tony Marcos, 34 anos; e o sobrinho dele, Samuel, de 02. Um menino de 06 anos sobreviveu.
Segundo a Capitania dos Portos, o empresário não tinha habilitação e estava sem colete.
“Eu perguntei comigo mesmo: será que esse rapaz não vai diminuir a velocidade?". Quando chegou perto dos garranchos, ele virou bruscamente pra direita, do nada”, conta o soldador Israel Ferreira dos Santos.
Tony perdeu o controle e bateu numa árvore.
“Uma morte de um filho é o mesmo que uma facada. Não tem coisa pior no mundo”, disse Neusa Damasceno Pereira.
As motos aquáticas só podem fazer manobras arrojadas quando estão a pelo menos 200 metros da costa. Mas na praia de Serrambi - em Ipojuca, Pernambuco - nossa equipe filmou o desrespeito à lei.
Na mesma praia, outra irregularidade. Pagando R$ 320, qualquer pessoa pode dirigir uma moto aquática.
Fantástico: Não precisa de documento, habilitação?
Funcionária: Não.
Nosso produtor não dirige, mas uma família, de quatro pessoas, sim.
Família: Essa aqui é destrambelhada pra tudo e não dirigiu? Primeira vez.
E nas duas motos aquáticas, não foi nenhum piloto com a família.
“Todos eles pilotaram, mesmo não tendo habilitação. Inclusive, um adolescente”.
Ele tem 15 anos.
Funcionária:Não tem muito perigo, não. Você vai regulando a velocidade.
Mulher: “No dia que você dirigir, nunca mais você quer deixar”.
“É uma irresponsabilidade. Isso não seria de forma alguma permitido”, disse o capitão Marcelo Ribeiro de Souza.
Foram num centro náutico que motos aquáticas foram alugadas irregularmente. O Fantástico foi até lá pra tentar falar com algum responsável pelo aluguel dessas embarcações.
Quem nos recebe é o dono do hotel e responsável pelo aluguel das embarcações, o empresário Homero Lacerda.
“Se o funcionário fez isso, ele vai responder”, disse o empresário.
Fantástico: Eu posso pilotar? Não posso?
Piloto: Pode.
Empresário: Eu vou falar com ele.
O Corpo de Bombeiros fez uma simulação do perigo que a família passou, em Pernambuco.
Fantástico: Se a pessoa não tem prática e ainda leva uma outra atrás, o risco é maior?
Coronel Carlos Eduardo: Muito maior, muito maior.
Fantástico: Por algum motivo, ele ficou de um lado só da embarcação, desequilibrou completamente a embarcação independentemente do piloto.
Dois anos atrás, o Fantástico mostrou que no Guarujá, litoral paulista, também não era preciso habilitação. Depois daquela reportagem, o aluguel foi proibido.
O Fantástico voltou ao Guarujá e as motos aquáticas continuam sendo alugadas, mesmo pra quem não tem habilitação. As barracas, agora, ficam escondidas e os responsáveis agem discretamente, como se fossem turistas.
No local aconteceu o caso do início da reportagem.
A produtora do Fantástico deixa claro que não tem habilitação.
Fantástico: Eu não sei dirigir. E se eu quiser frear?
Funcionário: Não freia. Ele não tem freio.
Mesmo assim, o rapaz propõe.
“Chegar lá na frente, eu troco. Vocês vão na frente, pilota, e eu vou atrás. Só olhando. eu vou fazer pra você, 20 minutos, R$ 120”, disse.
Uma mulher recebe o dinheiro.
Quando a moto aquática está afastada da costa, mas perto de embarcações e banhistas, o piloto pergunta:”Quer pilotar agora?”.
Nossa produtora recusa, mas ele insiste.
Fantástico: Não, estou com medo. Estou com medo.
Piloto: Estou falando que não cai. Aperta aí. Devagarzinho.
Fantástico: Não. Não. Não. Estou com medo.
De volta à praia, a mulher que controla o aluguel das embarcações aparece. “Pega R$ 5 daqui a pouco comigo, ta”?
“Isso aí não é aceitável. A embarcação é apreendida e retirada de circulação. E o condutor fica sujeito a ter a sua habilitação suspensa por 120 dias”, disse o capitão Marcelo Ribeiro de Souza da Capitania dos Portos- SP.
Fantástico: A gente viu alguns turistas te dando dinheiro, alugando.
Funcionária: Não. Não, não. Eu desconheço isso.
Fantástico: Você tem noção que é proibida a locação?
Funcionária: É proibido e acontecem vários acidentes. É muito proibido mesmo.
Fantástico: E você não permitiria que uma pessoa que não tem habilitação usasse a sua moto aquática?
Funcionária: De hipótese alguma.
A entrevista é interrompida, com violência.
Fantástico: você sabe do risco que uma pessoa, por exemplo....
Homem: Mas eu não tô entendendo.
Fantástico: Que pilota uma moto aquática sem autorização?
Homem: Dá licença.
Fantástico: Quem é o senhor?
Homem: Eu sou o inferno.
Fantástico: Quem é o senhor? Senhor? Você pode falar com a gente?
“Apesar de a gente receber muitas denúncias, através dos telefones da prefeitura,as pessoas não se identificam e a gente não consegue provar a atividade comercial de locação de embarcações”, disse o secretário de finanças Armando Luís Palmieri.
Desrespeito às leis e imprudência provocaram a morte de Grazielly, em fevereiro de 2012, em Bertioga, litoral de São Paulo.
A menina conhecia a praia pela primeira vez. Segundo testemunhas, ela foi atropelada por uma moto, que tinha sido ligada por um adolescente de treze anos.
Até agora, ninguém foi punido.
“Para gente, vai ser uma dor a menos na nossa vida em saber que pelo menos uma condenação teve. jamais esperaria uma coisa dessas. A minha filha se divertindo e acabou perdendo a vida”, disse o pai da menina.
FONTE: http://g1.globo.com/fantastico

Nenhum comentário:

Postar um comentário