Radio Alvorada FM Ao Vivo.

DATA E HORA

PAGINA INICIAL

ATENÇÃO LEITORES:

ATENÇÃO: A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORÃO DEIXA CLARO QUE NÃO SE RESPONSABILIZARA PELOS COMENTÁRIOS POSTADOS NAS MATÉRIAS PUBLICADAS NESTE BLOG, TODOS FICARÃO CIENTES QUE AO PUBLICAREM QUALQUER COMENTÁRIO INADEQUADO OU OFENSIVO, QUE O MESMO SERÁ DE SUA INTEIRA RESPONSABILIDADE. ATENCIOSAMENTE A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORAO.

quinta-feira, 2 de junho de 2016

Quadrilha suspeita de arrombar e furtar equipamentos de clínicas de oftalmologia em Floriano-PI e outras cidades é Presa.


A Polícia Civil está em busca de novas vítimas de uma quadrilha interestadual suspeita de arrombar e furtar equipamentos de clínicas de oftalmologia no Piauí. Segundo o delegado geral da Polícia Civil, Riedel Batista, o prejuízo no estado teria sido de pelo menos R$ 200 mil e o grupo agiu nas cidades de Teresina-PI, Amarante-PI, e Floriano-PI.
“Em março desse ano nós registramos o primeiro Boletim de Ocorrência por furto de equipamentos de uma clínica em Teresina, logo mais outro estabelecimento foi alvo e depois registramos mais ocorrências, só que em cidades do interior do estado e começamos a investigar. A investigação continua na tentativa de identificar mais vítimas e receptadores”, disse o delegado informando ainda que cada equipamento levado custava cerca de R$ 50 mil.
Ainda segundo o delegado geral, o bando agiu em mais sete estados e cinco integrantes foram presos quando se preparavam para praticar outros crimes. “Conseguimos levantar que o grupo estava em Tocantins, trocamos informações com a polícia de lá e conseguimos efetuar a prisão de parte do bando”, relatou.
Os criminosos agiam sempre da mesma forma, facilitando o trabalho de investigação. “Eles se passavam por pacientes durante o dia e observavam o ambiente onde estavam os equipamentos. Já durante a noite, eles arrombavam o local e furtavam aparelhos de pequeno porte, mas de alto custo”, contou o Riedel.
Entre as informações que os investigadores conseguiram levantar, está a de que o bando furtava os objetos das clínicas e vendiam no estado de São Paulo para um grande receptador e também ofereciam os objetos na internet.
Cliquem AQUI e vejam a matéria completa.
COPIADA POR: AlonsoBisorão.
FONTE: http://g1.globo.com/pi

Nenhum comentário:

Postar um comentário