Radio Alvorada FM Ao Vivo.

DATA E HORA

PAGINA INICIAL

ATENÇÃO LEITORES:

ATENÇÃO: A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORÃO DEIXA CLARO QUE NÃO SE RESPONSABILIZARA PELOS COMENTÁRIOS POSTADOS NAS MATÉRIAS PUBLICADAS NESTE BLOG, TODOS FICARÃO CIENTES QUE AO PUBLICAREM QUALQUER COMENTÁRIO INADEQUADO OU OFENSIVO, QUE O MESMO SERÁ DE SUA INTEIRA RESPONSABILIDADE. ATENCIOSAMENTE A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORAO.

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Diretora do abrigo de idosos pede ajuda para colocar estelionatária na cadeia.

 
A diretora do abrigo de idosos Joaquim Monteiro de Carvalho manifestou repúdio à ação de uma estelionatária que vem recolhendo dinheiro na cidade de Picos-PI alegando atuar em nome da casa de repouso. Angustiada, Socorro Fortaleza pediu ajuda à população de Picos-PI para colocar a mulher na cadeia.
Segundo relato de vítimas, os crimes acontecem na cidade há mais de três anos, mas ganharam nova repercussão após a mulher identificada como “Nádia” se apresentar como assistente social à jornalista Maria Moura, do Portal RiachaoNet, solicitando ajuda financeira para o tratamento de uma idosa que viveria no abrigo e teria sido diagnosticada com câncer.
A jornalista percebeu a tentativa de golpe e divulgou o caso à imprensa. Após isso, imagens da mulher, flagrada por uma câmera de segurança enquanto caminha tranquilamente pelas ruas de Picos, foram cedidas por uma das vítimas. Ela aparece caminhando no mesmo local onde aplicou o golpe em duas pessoas.
De acordo com o a diretora da instituição, Socorro Fortaleza, nenhum dos idosos que vivem na casa possui o diagnóstico citado pela mulher. “Temos uma parceria muito eficiente com a secretaria de Saúde e todos os nossos casos são resolvidos aqui [em Picos]. Até hoje nunca precisamos transferir nenhum dos nossos idosos para Teresina”, destaca, acrescentando que a direção do abrigo “não pede dinheiro para custear a saúde de seus moradores”.
“Pelo amor de Deus, me ajudem a colocar essa mulher na cadeia, porque o que essa mulher faz – levar dinheiro das pessoas da cidade – é uma injustiça”, apela Socorro.
As vítimas também se manifestaram pela rede social Facebook, através da fanpage do RiachaoNet, denunciando outros casos. Profissionais da área de serviço social comentaram ainda que a postura de quem atua na área não é compatível com a da falsária.
ALERTA:
Em virtude das dificuldades financeiras para manutenção da casa, campanhas para arrecadação de fraldas, alimentos, lençóis e materiais de limpeza e higiene pessoal são realizadas com freqüência. No entanto, as campanhas e os pontos de arrecadação são divulgados através da imprensa.
A única forma de arrecadação de dinheiro em espécie é feita através do pagamento de carnês, que são distribuídos por uma pessoa com autorização e documentação cedida pela direção da casa. As pessoas que contribuem financeiramente nesse projeto são chamadas de “sócios contribuintes” e possuem poder de votação dentro do conselho que administra a instituição.
FONTE: http://www.riachaonet.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário