Radio Alvorada FM Ao Vivo.

DATA E HORA

PAGINA INICIAL

ATENÇÃO LEITORES:

ATENÇÃO: A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORÃO DEIXA CLARO QUE NÃO SE RESPONSABILIZARA PELOS COMENTÁRIOS POSTADOS NAS MATÉRIAS PUBLICADAS NESTE BLOG, TODOS FICARÃO CIENTES QUE AO PUBLICAREM QUALQUER COMENTÁRIO INADEQUADO OU OFENSIVO, QUE O MESMO SERÁ DE SUA INTEIRA RESPONSABILIDADE. ATENCIOSAMENTE A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORAO.

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Gravações feitas por testemunha mostram cenas fortes da agressão de filha com o pai de 94 anos em Floriano-PI.

A polícia da cidade de Floriano-PI, a 244 km ao Sul de Teresina-PI, investiga a denúncia de maus- tratos contra um idoso de 94 anos. Imagens gravadas por testemunhas mostram cenas fortes da agressão praticada pela própria filha da vítima.
As imagens foram feitas durante os horários de banho por um dos denunciantes que preferiu não se identificar. Em apenas três dias de gravação são pelo menos 15 agressões verbais e físicas. Quem aparece nas filmagens é a filha do idoso, Denilde da Costa Alvarenga, de 63 anos.
Nas gravações, a mulher empurra a cabeça do idoso com a mão e com uma vasilha. A vítima recebe empurrões, pancadas na cabeça, socos no rosto e uma forte cotovelada nas costas. Em outro trecho da gravação, o denunciante afirma que a mulher joga água gelada no pai, sendo que o banho é às 6h e o idoso chora. A mulher chega a dar risada da situação.
Em outros momentos o idoso é empurrado e por pouco não cai. A mulher tira a barba do pai e na sequência ela empurra várias vezes à cabeça do idoso. Um vizinho da família, que também preferiu o anonimato,  relatou que se revoltou com a situação e por isso decidiu fazer a denúncia ao Disque 100 dos Direitos Humanos. “Falei com a atendente e pedi urgência no caso. O idoso apanhava todos os dias. O pessoal dos direitos humanos me garantiu que iria agilizar”, relatou.
Outro denunciante disse que há mais de um mês levou o caso ao Ministério Público apresentando, inclusive, as gravações. “Ela vive fazendo xingamentos, espancando o idoso e fazendo graves ameaças, inclusive diz que vai matá-lo para ficar com a casa”, contou o homem.
Denilde da Costa, que aparece agredindo o próprio pai, se defende falando que está sendo perseguida e as imagens foram montadas. “Eu nunca maltratei meu pai, com toda sinceridade. Ali foi tudo montado, aquelas imagens foram montadas. Eu tenho 63 anos e nunca judiei do meu pai”, argumentou.
O Ministério Público afirmou que fez a denúncia à Polícia Civil, mas que vai  cobrar mais rapidez na apuração do caso. O órgão pediu a abertura do inquérito policial no dia 28 de outubro e no dia seguinte o documento chegou à delegacia. As investigações foram iniciadas, mas um mês depois nenhuma atitude mais rigorosa foi tomada.
O delegado Walter Junior falou que a maior dificuldade é encontrar testemunhas, mas já ouviu a mulher que aparece nas imagens. Ele disse pediu a prorrogação do prazo do inquérito.
“A gente pediu prorrogação de prazo e temos agora mais 30 dias para concluir o inquérito, podendo se estender por mais 30. A dificuldade que a polícia tem é colher depoimento de testemunhas, mas um procedimento foi aberto e as investigações estão sendo feitas. A suposta acusada foi ouvida e inicialmente ela nega. Em outro depoimento a mulher pede para ficar calada, porém as imagens falam mais que as palavras”, afirmou o delegado.
O promotor Carlos Washington disse que até esta quarta-feira (10/12/2014) será tomada uma medida sobre o caso. “As imagens mostram claramente as agressões e não exigem depoimentos testemunhais. Entraremos em contato com o delegado para cobrar a conclusão do inquérito e a remessa ao Ministério Público antes que chegue o recesso”, finalizou.
Cliquem AQUI e vejam o vídeo.
PUBLICADA POR: Alonso Bisorão.
FONTE: http://g1.globo.com/pi

Nenhum comentário:

Postar um comentário