Radio Alvorada FM Ao Vivo.

DATA E HORA

PAGINA INICIAL

ATENÇÃO LEITORES:

ATENÇÃO: A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORÃO DEIXA CLARO QUE NÃO SE RESPONSABILIZARA PELOS COMENTÁRIOS POSTADOS NAS MATÉRIAS PUBLICADAS NESTE BLOG, TODOS FICARÃO CIENTES QUE AO PUBLICAREM QUALQUER COMENTÁRIO INADEQUADO OU OFENSIVO, QUE O MESMO SERÁ DE SUA INTEIRA RESPONSABILIDADE. ATENCIOSAMENTE A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORAO.

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

PRF prende 148 pessoas e recupera 163 carros roubados.

A Polícia Rodoviária Federal realizou a Operação Hircus, que prendeu 148 pessoas e apreendeu 163 veículos em mais de 50 cidades dos estados do Piauí e da Bahia. Deflagrada na semana passada entre os dias 12 e 20 de dezembro de 2014, a ação da PRF localizou veículos que foram roubados principalmente no Distrito Federal e São Paulo, e que posteriormente eram vendidos a preços abaixo de mercado em municípios do interior nordestino.
A Operação Hircus mobilizou mais de 100 policiais rodoviários federais e agentes da Polícia Civil, que percorreram rodovias e estradas de terra em cerca de 50 cidades no Sul do Piauí e Norte da Bahia. Os policiais apreenderam carros em cidades, fazendas e chegaram a encontrar desde veículos de passeio a caminhões para distribuição de água e até mesmo uma BMW avaliada em R$ 140 mil. Os produtos roubados eram transportados pelas quadrilhas até as cidades e vendidos por valores que variavam de 10% a no máximo 40% do preço original.
De acordo com o inspetor da PRF Fabrício Loiola, as vítimas da quadrilha não se limitam apenas aos donos de veículos que foram roubados ou furtados, mas também aos compradores, que em sua maioria, agindo de boa fé, adquirem os produtos provenientes de ações ilícitas.
"Entre as muitas pessoas detidas, nós acabamos identificando várias que agiram de boa fé. Existem vítimas dessa prática delituosa tanto no local do roubo, aquela pessoa que teve seu veículo roubado ou furtado e vítimas também na aquisição nesse esquema criminoso que está levando prejuízo à sociedade", relatou o agente.
O inspetor frisou ainda que os criminosos preferem agir em cidades pequenas e com trechos de acesso e fiscalização limitados. A operação que durou seis dias teve como foco localidades e estradas secundárias no Sul do Piauí e Norte da Bahia.
"É uma área ainda de difícil fiscalização, então adentramos diversas estradas vicinais, onde as condições são precárias, então os criminosos utilizam-se destas vias para desviar da fiscalização da Polícia Rodoviária Federal, da Polícia Civil e da Polícia Militar para levar estes veículos até lá", descreve.
Durante a ação, 148 pessoas foram detidas, e segundo a coordenação da operação, o desafio não se resume em apenas localizar e apreender os veículos roubados, mas lidar com o mercado que se estabelece de forma ilícita.
"Nenhum dos veículos foi adquirido à força pelos moradores, que acabam aceitando porque eles são oferecidos com desconto de até 40% do valor de mercado. Nós temos que acabar com o mercado consumidor disponível e disposto a comprar este tipo de veículo. Então tem que existir uma consciência da população que esse veículo tem origem ilícita, prejudicando alguém", declarou o coordenador da operação, Cláudio Piazzarollo.
Nas cidades tidas como alvo pelas quadrilhas, os moradores recebem as ofertas dos veículos e nem sempre desconfiam que o material é proveniente de roubos. Por suporem estar fazendo um bom negócio, uma vez que os preços são menores, se comparados ao usual, os compradores acabam dando continuidade e incentivando a ação dos criminosos.
"Eles chegam oferecendo, dizendo que tem um carro barato, mas não dizem que é roubado, só que é de um preço bom. Porque normalmente eles procuram moradores do interior, sabendo que estas pessoas são menos informadas para passar esses carros", declarou o oleiro Jociane Pereira Paz Lima.
Entre os veículos encontrados na operação, alguns chamaram a atenção dos agentes, como uma BMW avaliada em R$ 140. O carro de luxo que foi roubado em São Paulo foi localizado na cidade de São Félix do Coribe, no interior da Bahia. Em meio às apreensões, foram encontrados também três caminhões pipa pagos pela Defesa Civil para atuar no combate à seca no Nordeste.
PUBLICADA POR: Alonso Bisorão.
FONTE: http://g1.globo.com/pi

Nenhum comentário:

Postar um comentário