Radio Alvorada FM Ao Vivo.

DATA E HORA

PAGINA INICIAL

ATENÇÃO LEITORES:

ATENÇÃO: A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORÃO DEIXA CLARO QUE NÃO SE RESPONSABILIZARA PELOS COMENTÁRIOS POSTADOS NAS MATÉRIAS PUBLICADAS NESTE BLOG, TODOS FICARÃO CIENTES QUE AO PUBLICAREM QUALQUER COMENTÁRIO INADEQUADO OU OFENSIVO, QUE O MESMO SERÁ DE SUA INTEIRA RESPONSABILIDADE. ATENCIOSAMENTE A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORAO.

segunda-feira, 9 de março de 2015

Seguranças que prestaram serviços para o Bloco Furacão em Floriano-PI reclamam de falta de pagamento.

Wanderlei Silva.
Edimar Azevedo.
Na última sexta-feira (06/03/2015), a reportagem do Portal FlorianoNews foi procurada por Wanderlei Silva de Carvalho, líder de uma empresa de seguranças para reclamar da situação que se encontra depois que prestou serviço para o Bloco Furacão durante o carnaval de 2015, no município de Floriano-PI.
De acordo com o segurança, um total de 60 pessoas, sendo 50 homens e 10 mulheres, trabalharam na segurança do Bloco e até o momento não tiveram seus pagamentos efetuados pela comissão.
“O Edimar Azevedo, representante do Bloco Furacão, contratou o meu grupo para que eu arrumasse sessenta seguranças e fosse trabalhar pra ele no Bloco Furacão. Ele botou a gente pra trabalhar e até agora não pagou e fica só enrolando, é amanhã, é depois”, indignou-se Wanderlei.
Ainda segundo o segurança, o organizador do Bloco, Edimar Azevedo fez o pagamento de R$ 10.000,00 através de um cheque, e de acordo com Wanderlei o mesmo estava sem fundos.
“Dei entrada na Caixa Econômica e o cheque é sem fundo, não tem dinheiro nenhum lá, e toda vez que a gente liga pra ele o telefone é desligado o dia todo. Todo mundo tá querendo o dinheiro, o pessoal me liga o tempo todo, e eu querendo pagar o pessoal porque todo mundo precisa, são pais de família”, disse.
O segurança afirmou que o valor a receber é R$ 16. 950,00, já que os serviços da empresa foram prestados durante os quatro dias de folia, sendo na entrega de abadás, com 12 seguranças; em três matinês, com 10 seguranças, além de 3 seguranças diariamente no escritório do Bloco.
“Foi a primeira vez que passamos por isso. Toda vida trabalhamos em bloco e recebemos e agora surgiu esse rapaz que vive enrolando e sem querer pagar os seguranças”, finalizou Wanderlei.
O OUTRO LADO.
A reportagem do Portal FlorianoNews falou com o empresário Edimar Azevedo, no último sábado (07/03/2015), que prestou maiores esclarecimentos.
De acordo com ele, o líder da empresa está mal informado, pois todos que prestaram o serviço estão recebendo o pagamento diretamente com a diretoria do Bloco Furacão.
“Ele está cobrando comissão dos seguranças, além de estar sendo uma coisa enrolada, uma falta de informação, ele tá cobrando uma comissão em cima da segurança que não foi da forma que eu combinei. Quero pedir que toda a segurança nos procure para efetuar o pagamento correto, que é o valor que foi abordado a todos, sem nenhum tipo de desconto, sem nenhuma comissão a menos. O que a gente puder pagar é a mais e não a menos”, disse Edimar Azevedo.
PUBLICADA POR: Alonso Bisorão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário