Radio Alvorada FM Ao Vivo.

DATA E HORA

PAGINA INICIAL

ATENÇÃO LEITORES:

ATENÇÃO: A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORÃO DEIXA CLARO QUE NÃO SE RESPONSABILIZARA PELOS COMENTÁRIOS POSTADOS NAS MATÉRIAS PUBLICADAS NESTE BLOG, TODOS FICARÃO CIENTES QUE AO PUBLICAREM QUALQUER COMENTÁRIO INADEQUADO OU OFENSIVO, QUE O MESMO SERÁ DE SUA INTEIRA RESPONSABILIDADE. ATENCIOSAMENTE A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORAO.

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Clientes revoltados com calote saqueiam loja.

 
Com medo de ficar em completo prejuízo, alguns dos clientes da empresa de consórcios EletroNew resolveram saquear a filial da loja localizada no bairro Junco no final da tarde desta terça-feira dia (29/10/2013).
Revoltados, clientes discutiram e ameaçaram os funcionários que compareceram ao trabalho até ontem. Computadores, mesa e outros materiais de escritório foram levados num ato de protesto.
Na manhã de (30/10/2013) a loja permaneceu com as portas fechadas.
Ao Portal Grande Picos, os funcionários informaram que, apesar da suposta falência da empresa, continuaram trabalhando normalmente até ontem para ter garantidos os direitos trabalhistas, impedindo que se configurasse a demissão por abandono de emprego.
Para surpresa de alguns, uma consulta mostrou que o saldo do FGTS de vários funcionários estava zerado, mesmo após anos de trabalho na EletroNew.
ENTENDA O CASO:
Seis meses após a empresa Eletromais aplicar um golpe milionário em centenas de clientes de Picos-PI e macrorregião, outra empresa de consórcios na modalidade “compra premiada” pode ter feito novas vítimas do mesmo crime, lesando um alto número de pessoas na região.
Nas paredes da loja EletroNew, localizada na Avenida Senador Helvídio Nunes, 3667, bairro Junco, um mural com fotos de dezenas clientes contemplados recebendo os bens quitados mostra como funcionava a possível fraude.
Francisca Josefa, cliente da empresa com prejuízo estimado em R$ 20 mil, exibe carnês pagos e lamenta prejuízo.
Os clientes assinavam contratos de consórcios de motos e outros bens eletrônicos. Um carnê era emitido para controle e realização dos pagamentos. Os sorteios das cotas dos consórcios eram realizados mensalmente através da utilização de um globo manual na própria loja. Caso o cliente fosse sorteado, o bem era entregue sem que houvesse a necessidade de continuar com o pagamento do carnê, numa espécie de quitação automática mediante sorteio.
A empresa também garantia o direito à escolha entre receber o objeto do contrato ou o valor em dinheiro.
A possibilidade de receber uma moto quitada ainda na primeira parcela atraia os clientes e garantia à EletroNew a chance de concorrer com consórcios autorizados pelas montadoras, como Consórcio Nacional Honda e Consórcio Yamaha Motor, por exemplo.
Além de Picos-PI, a EletroNew tem filias em Inhuma, Pio IX-PI e Jaicós-PI.
FONTE: http://www.grandepicos.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário