Radio Alvorada FM Ao Vivo.

DATA E HORA

PAGINA INICIAL

ATENÇÃO LEITORES:

ATENÇÃO: A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORÃO DEIXA CLARO QUE NÃO SE RESPONSABILIZARA PELOS COMENTÁRIOS POSTADOS NAS MATÉRIAS PUBLICADAS NESTE BLOG, TODOS FICARÃO CIENTES QUE AO PUBLICAREM QUALQUER COMENTÁRIO INADEQUADO OU OFENSIVO, QUE O MESMO SERÁ DE SUA INTEIRA RESPONSABILIDADE. ATENCIOSAMENTE A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORAO.

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

10 cidades mais ricas do Piaui; Duas superam PIB nacional.

Mesmo vigorando como o Estado mais pobre do Brasil, o Piauí surpreendeu com a liberação dos dados do Produto Interno Bruto (PIB) referente ao ano de 2011. Duas cidades, Uruçuí-PI e Antônio Almeida-PI, possui PIB per capita superior à média nacional.
Na prática, isso quer dizer que a média de riqueza por cada habitante das cidades piauienses chega a ser superior do que o mesmo índice para cada brasileiro. Uruçuí-PI registrou per capita de R$ 29.552,15; Antônio Almeida-PI ficou R$ 21.409,89; e a média nacional é R$ 21.252.
Os resultados das duas cidades ao Sul do Estado são superior a de Teresina-PI (R$ 13.866,75), município que teve maior PIB no ano de análise. A capital do Piauí, que possui 26% da população estadual, possui 46% das riquezas do Estado.
TERESINA-PI:
A pesquisa, realizada pela Fundação Cepro com base em dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), está na 20ª posição entre as capitais brasileiras. Em 2011, a cidade perdeu uma posição no ranking nacional.
Mesmo assim, o PIB da maior cidade piauiense vigora a frente de João Pessoa (PB), Porto Velho (RO), Aracajú (SE), Macapá (AP), Boa Vista (RR), Rio Branco (AC) e Palmas (TO). As riquezas são decorrentes da produção de cana de açúcar, aves e rebanho bovino.
URUÇUÍ-PI:
O município a 453 quilômetros da capital é destaque com a produção de soja, milho e arroz. A fabricação local de óleo vegetal em bruto, produção de adubos e fertilizantes faz com que a economia seja destaque. A cidade também se orgulha de ter a economia menos dependente do poder público.
Apenas 8,94% da população dependem do setor. As riquezas da economia representam 2,45% do total do Estado. Entre os maiores PIBs é o que tem a menor população (20.390 habitantes). A indústria é a comanda quase 40% da economia local.
ANTONIO ALMEIDA-PI:
A região possui forte influência extrativista e aproveitamento dos insumos para a indústria. A cidade, a 395 quilômetros de Teresina teve, ainda, uma das maiores variações nominais no período (55,89%).
DADOS ESTADUAIS:
O PIB piauiense cresceu 6,1% de 2010 a 2011. O preço de mercado corrente no ano de análise foi de, aproximadamente, R$ 24 bilhões. A população do Estado representa 1,63% da população nacional e nosso PIB é 0,62% do brasileiro.
A LISTA DOS 10 MAIORES PIBS:
1. Teresina (R$ 11 bilhões)
2. Parnaíba (R$ 1,04 bilhão)
3. Picos (R$ 747 milhões)
4. Uruçuí (R$ 602 milhões)
5. Floriano (R$ 594 milhões)
6. Piripiri (R$ 343 milhões)
7. Campo Maior (R$ 314 milhões)
8. Bom Jesus (R$ 274 milhões)
9. União (R$ 268 milhões)
10. Guadalupe (R$ 207 milhões)
FONTE: http://www.cidadeverde.com

Um comentário: