Radio Alvorada FM Ao Vivo.

DATA E HORA

PAGINA INICIAL

ATENÇÃO LEITORES:

ATENÇÃO: A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORÃO DEIXA CLARO QUE NÃO SE RESPONSABILIZARA PELOS COMENTÁRIOS POSTADOS NAS MATÉRIAS PUBLICADAS NESTE BLOG, TODOS FICARÃO CIENTES QUE AO PUBLICAREM QUALQUER COMENTÁRIO INADEQUADO OU OFENSIVO, QUE O MESMO SERÁ DE SUA INTEIRA RESPONSABILIDADE. ATENCIOSAMENTE A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORAO.

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Professores da rede municipal reivindicam pagamento dos salários atrasados em Floriano-PI.

 
 
Na manhã desta segunda-feira (13/01/2014), representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Floriano-PI e do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (SINTE-PI), se reuniram com o Secretário Municipal de Educação, Nelson Junior, e o Secretário Municipal de Administração e Planejamento, Márcio Neiva, para reivindicar o pagamento do salário dos servidores da educação referente ao mês de dezembro/2013.
De acordo com a classe dos professores, desde o início do mandado do Prefeito Gilberto Júnior os salários dos educadores são pagos com atraso.
“O que a gente quer é mais compromisso com o salário do funcionalismo público que vem sempre atrasado, e estamos reivindicando agora nesse momento o salário do mês de dezembro que ainda não foi depositado mais o repasso do FUNDEB de 2012”, disse uma educadora.
De acordo com o Secretário Nelson Junior, na reunião com a categoria foram apresentadas as dificuldades e o motivo do atraso no pagamento, ocasionado pelo déficit de aproximadamente 900 mil reais no repasse dos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (FUNDEB) para o município.
“Isso significa dizer que a nossa previsão também foi furada porque o Governo Federal deixou de passar em torno de novecentos mil reais para a educação florianense, devido isso houve um atraso na folha de pagamento, mas ficou certo com Sindicado que até o final do mês todos os nossos profissionais da educação estarão recebendo os seus salários”, afirmou Nelson Junior.
Segundo o Secretário Municipal de Administração e Planejamento, Márcio Neiva, a diferença no valor gerou uma enorme dificuldade para o município, que o mês de agosto vem destinando em torno de 500 mil reais mensais para complementação da folha de pagamento dos profissionais, o que representa 78% dos recursos do FUNDEB, ultrapassando a determinação da lei, que exige que 60% dos recursos sejam destinados para a educação.
FONTE: http://www.florianonews.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário