Radio Alvorada FM Ao Vivo.

DATA E HORA

PAGINA INICIAL

ATENÇÃO LEITORES:

ATENÇÃO: A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORÃO DEIXA CLARO QUE NÃO SE RESPONSABILIZARA PELOS COMENTÁRIOS POSTADOS NAS MATÉRIAS PUBLICADAS NESTE BLOG, TODOS FICARÃO CIENTES QUE AO PUBLICAREM QUALQUER COMENTÁRIO INADEQUADO OU OFENSIVO, QUE O MESMO SERÁ DE SUA INTEIRA RESPONSABILIDADE. ATENCIOSAMENTE A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORAO.

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Mulher com transtorno mental mata irmão com facada em Floriano-PI.

Uma mulher foi presa suspeita de assassinar com uma facada o próprio irmão por volta das 00h20 desta quarta-feira (08/10/2014) no bairro Tiberão em Floriano-PI.
Edimilza Pereira da Silva, de 23 anos, assassinou Ivaldo Pereira da Silva, de 37 anos, na casa da família, localizada na Avenida Antônio Melo. A mulher teria esperado o irmão dormir para esfaqueá-lo com uma faca de cozinha.
Segundo a Subcomandante do 3º BPM, Leucijane Barbosa, a mãe de ambos, identificada como Marlene Pereira da Silva, informou que a acusada sofre de transtornos mentais, e que no momento em que desferiu um golpe na região torácica a vítima estava dormindo.
As Polícias Militar e Civil foram acionadas até o local, bem como o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que constatou o falecimento da vítima.
Ivaldo Pereira da Silva não resistiu ao ferimento e morreu no interior da residência. O corpo foi encaminhado para o necrotério do Hospital Regional Tibério Nunes para a realização de exames periciais.
De acordo com o agente de Polícia Civil, Heraldo Freitas, a autora do crime procurou a Central de Flagrantes, a fim de falar com o Delegado, e diante da conversa com a mesma chegou-se ao fato ocorrido.
“No momento em que foi descoberto o que ela fez, a mesma tentou reagir. Ela foi conduzida para o interior da delegacia e no momento da condução ela esboçou reação. A partir daí foi identificado que ela cometeu o crime e por isso foi feito o flagrante. Após a comprovação de laudo de insanidade mental é que se comprovará ou não sua insanidade mental, cabe o médico avaliar e o juiz conceder”, disse.
POSTADO POR: Alonso Bisorão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário