Radio Alvorada FM Ao Vivo.

DATA E HORA

PAGINA INICIAL

ATENÇÃO LEITORES:

ATENÇÃO: A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORÃO DEIXA CLARO QUE NÃO SE RESPONSABILIZARA PELOS COMENTÁRIOS POSTADOS NAS MATÉRIAS PUBLICADAS NESTE BLOG, TODOS FICARÃO CIENTES QUE AO PUBLICAREM QUALQUER COMENTÁRIO INADEQUADO OU OFENSIVO, QUE O MESMO SERÁ DE SUA INTEIRA RESPONSABILIDADE. ATENCIOSAMENTE A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORAO.

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Dois piauienses são presos no Pará acusados de chacina com seis pessoas.

Os irmãos piauienses Genival dos Santos Pereira, de 31 anos, e Antonio Bernardo dos Santos Pereira, de 25 anos, foram apresentados ontem 06/04/2015, após terem sido capturados por suspeita de matar uma família na zona rural do município de Conceição do Araguaia, sudeste paraense no dia 16 de fevereiro ultimo.
As seis pessoas, dentre elas uma criança, foram assassinadas a golpes de facão e tiros por causa da ganância pelas terras da família. De acordo com as investigações, a ideia surgiu da dupla de irmãos que pretendiam sair do Estado e retornar para a cidade de origem.
O crime bárbaro abalou os moradores da região, ficando conhecido como verdadeira chacina. Segundo o delegado Antonio Miranda, superintendente regional do Araguaia, o caso passou a ser investigado desde a descoberta dos corpos, uma parceria entre as policias Militar e Civil do Tocantins e do Para, Corpo de Bombeiros e Grupamento Aéreo, e se deu como ‘Operação Estivas’ nome relacionado à fazenda onde a família morava e mesmo nome do rio onde todos foram assassinados e desovados.
Dois inquéritos foram instaurados: sobre a morte das seis pessoas e a fraude na distribuição de terras. Para a Policia Civil, o crime ja esta desvendado com todas as prisões cumpridas. Os irmãos são apontados como os executores, outros dois que já estão presos não estavam no dia da execução, mas teriam ajudado no fornecimento de armas.
Antonio, conhecido como “Tonho”, foi preso no dia 01 desse mês na fazenda 3 Irmãos, as margens do rio Araguaia, em Floresta do Araguaia, sul do Para, por policiais do Batalhão de Conceição, do Alto do Xingu e do Grupo Tático Operacional (GTO), que cercaram a fazenda e conseguiram efetuar a prisão. Nessa ocasião Genival também estava escondido por um grupo de colonos, mas conseguiu escapar pela mata. No dia seguinte, dia 02, policiais civis e militares o surpreenderam tentando fugir no Terminal Rodovia?rio de Araguai?na, interior do Tocantins.
Genival era foragido da Justic?a, acusado de matar brutalmente um mototaxista no Piaui, por causa de uma divida de R$ 200, tentar matar outra pessoa, e alem de ter praticado roubo. Após a apresentação a imprensa em coletiva na manha de ontem na Delegacia Geral, Genival que se passava por Jhonys e Antonio foram levados para o Complexo de Americano, em Santa Izabel. Os outros dois envolvidos já estão na penitenciaria de Marabá.
O CRIME.
De acordo com as investigações, o crime aconteceu na noite do dia 16 de fevereiro deste ano, entretanto só foi descoberto na manha do dia seguinte, quando o corpo de Weslei Souza Soares, de apenas 9 anos, boiou. Ele foi o único que morreu afogado, era o filho mais novo do casal de agricultores, Leidiane Souza Soares, de 30 anos, e Washington Silva, de 42 anos. Alem deles, teve os outros filhos, Julio Cesar Soares, de 15 anos, e Samia Soares, de 13 anos, e ainda o sobrinho Mateus Soares Barros, de 15 anos.
“A violência no campo tem varias causas, historias, inclusive a falta de política agrária. Teria sido desapropriada em 2012, por inoperância do Incra, a associação dos assentamentos passou a administrar essa área, nessa distribuição acabou resultando nisso”, afirmou Rilmar Firmino, delegado Geral de Policia Civil do Para.
Imagens Fortes da família morta AQUI.
Cliquem AQUI e vejam a matéria.
PUBLICADA POR: Alonso Bisorão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário