Radio Alvorada FM Ao Vivo.

DATA E HORA

PAGINA INICIAL

ATENÇÃO LEITORES:

ATENÇÃO: A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORÃO DEIXA CLARO QUE NÃO SE RESPONSABILIZARA PELOS COMENTÁRIOS POSTADOS NAS MATÉRIAS PUBLICADAS NESTE BLOG, TODOS FICARÃO CIENTES QUE AO PUBLICAREM QUALQUER COMENTÁRIO INADEQUADO OU OFENSIVO, QUE O MESMO SERÁ DE SUA INTEIRA RESPONSABILIDADE. ATENCIOSAMENTE A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORAO.

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Servidor público denuncia salários atrasados e uso indevido do FUNDEF.

O servidor Gildênio Araújo Lopes, representante do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, em entrevista à reportagem do Portal FlorianoNews, na última terça-feira (25/08/2015), relatou que os servidores públicos do município de Jerumenha-PI estão com salários atrasados devido ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (FUNDEF), que está sendo usado para outras funções.
“O poder público municipal se encontra atrasado, inclusive o dinheiro do FUNDEF, que é uma verba Federal, que não pode ser removida para outras funções, e é o que está acontecendo em Jerumenha, e os dinheiros dos funcionários estão atrasados, tem funcionário que está com dois meses, outro com um mês e outro que já vai completa três meses”, disse.
Segundo o servidor, o sindicato já procurou a Prefeitura e espera o repasse do dinheiro para organizar uma assembleia.
“Nós procuramos o ministério público da Prefeitura de Jerumenha e a gente vai entrar com ações na procuradoria de Teresina. Não fizemos assembleia geral até agora porque estamos esperando o repasse até o dia dez, se no dia não resolver o problema a gente vai dar um prazo para o poder executivo”, contou.
Os recursos do FUNDEF, citados pelo servidor, deve ser no mínimo de 60% utilizados na remuneração dos profissionais do Magistério em efetivo exercício no Ensino Fundamental público, e no máximo de 40% em outras ações de manutenção e desenvolvimento desse nível de ensino.
De acordo com Gildênio Araújo, merendeiras, serviços gerais e serviços prestados estão com vencimentos atrasados.
“O sindicato está de plantão e fiscalizando o dinheiro do FUNDEF que é um dinheiro exclusivo, em que sessenta por cento são para pagamento de professores e quarenta por cento é para manutenção e para comprar merenda escolar”, explicou.
O servidor também falou sobre uma questão indevida entorno da gratificação de professores e outros cargos.
“Tem uma questão muito importante na cidade de Jerumenha que é a da gratificação, onde nós temos um plano de carreira em que o professor do segundo turno tem que ter sessenta por cento da sua gratificação, e fora a lei específica do professor, os outros cargos na reforma administrativa diz que só pode ter vinte e cinco por cento da sua remuneração. Têm professores que estão ganhando cem por cento em cima do seu salário de gratificação e isso é improbabilidade administrativa”, finalizou.
PUBLICADA POR: AlonsoBisorão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário