Radio Alvorada FM Ao Vivo.

DATA E HORA

PAGINA INICIAL

ATENÇÃO LEITORES:

ATENÇÃO: A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORÃO DEIXA CLARO QUE NÃO SE RESPONSABILIZARA PELOS COMENTÁRIOS POSTADOS NAS MATÉRIAS PUBLICADAS NESTE BLOG, TODOS FICARÃO CIENTES QUE AO PUBLICAREM QUALQUER COMENTÁRIO INADEQUADO OU OFENSIVO, QUE O MESMO SERÁ DE SUA INTEIRA RESPONSABILIDADE. ATENCIOSAMENTE A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORAO.

sábado, 12 de março de 2016

Bancário de FLORIANO-PI explica sobre o recebimento de cédulas extraviadas.



Nas últimas semanas, vem circulando a informação pela cidade de Floriano-PI dando conta de que as agências bancárias, bem como as Casas Lotéricas e outros estabelecimento não receberiam mais cédulas de dinheiro, de qualquer valor, que tivessem com rasuras, amassadas ou mesmo com alguma parte rasgada.
Com a informação circulando muitas pessoas tem passado por constrangimento, pois após horas de espera em determinadas filas para atendimento e por terem cédulas de qualquer valor nessas situações, tem sido cancelados o seu atendimento ou em algumas vezes,  esses valores em notas não são recebidos pelos caixas.
Pra esclarecer o que o pode ou não, o piauínoticias foi até ao gerente de uma agência financeira local, e esse, deu algumas explicações. O entrevistado foi Mac Doweel, do Banco do Brasil,  que  na entrevista cita que de acordo com uma carta circular  número 3.235 de 2009 do Banco Central, são definidas as qualificações das cédulas pelas instituições financeiras.
A nota  tendo mais de 50% do tamanho original, explica, o comerciante  pode receber de forma normal, pois não há problemas com os bancos.
“Em relação às notas estarem rasgadas na  numeração ou estarem rasgadas apenas um pedaço numas das extremidades, não tem problema algum. Isso nós chamamos de notas dilaceradas e as instituições estão autorizadas pelo Banco Central para receberem essas cédulas e após isso, os bancos enviam ao BC”.
Cliquem AQUI e vejam a matéria completa.
COPIADA POR: AlonsoBisorão.
FONTE: http://piauinoticias.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário