Radio Alvorada FM Ao Vivo.

DATA E HORA

PAGINA INICIAL

ATENÇÃO LEITORES:

ATENÇÃO: A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORÃO DEIXA CLARO QUE NÃO SE RESPONSABILIZARA PELOS COMENTÁRIOS POSTADOS NAS MATÉRIAS PUBLICADAS NESTE BLOG, TODOS FICARÃO CIENTES QUE AO PUBLICAREM QUALQUER COMENTÁRIO INADEQUADO OU OFENSIVO, QUE O MESMO SERÁ DE SUA INTEIRA RESPONSABILIDADE. ATENCIOSAMENTE A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORAO.

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Professora Paizinha afirma que está sendo perseguida.

A professora reeleita do Colégio Estadual Osvaldo da Costa e Silva de Floriano-PI (Colégio Estadual) a educadora Maria da Paz (Paizinha) ficou sabendo da anulação da eleição da referida escola através do repórter Carlos Iran, que após ouvir a diretora da Regional de Educação, professora Luciana Acioly sobre o processo eletivo realizado no dia 10 passado, procurou a educadora que foi eleita com mais de 200 votos de maioria da sua opositora.
Paizinha ao saber da informação ficou revoltada e desabafou, “ficamos tristes e está sendo comprovada que há uma perseguição à professora Paizinha, pois sair candidata por direito, por mérito e com aprovação de mais de 68% dos alunos e professores da escola e fomos eleita. Eles estão alegando que houve um problema nos cadastros, mas eu como candidata não constava nesse cadastro, fator também que envolveu dois professores que quando foram votar seus nomes também não constavam na lista e acho que isso não é irregularidade, porque como somos servidores do Estado e dessa Escola, os nossos nomes já fazem parte do cadastro de lotação, então, entraram como alegação pedindo a anulação da eleição por esse motivo, mas houve também quatro alunos que segundo eles, também não estavam cadastrados, mas todos estavam aptos a votar e só votamos  com a autorização da Comissão da Escola que deixou que nós votássemos e  assinássemos a folha de votação”.
Paizinha disse ainda que percebeu que o seu nome não constava na lista e que perguntou aos membros da mesa apuradora de votos se poderia votar e que a professora Eliete, membro da Comissão Eleitoral, com apoio de outros membros da mesa confirmaram  que sim. “A Comissão nos autorizou votar e a assinar a folha de votação e a Eliete estava presente no momento”, enfatiza.
A professora voltou a falar em perseguição, mas não citou nomes e disse que espera que o Secretário Estadual da Educação, professor Átila Lira, tenha bom senso e veja a situação do Colégio Estadual de Floriano e finalizou, “já que houve isso, gostaria que houvesse outra eleição, pois somente assim,  vocês vão ver o massacre de votos. Eu não esperava  essa votação que ela teve, nem o nosso grupo esperava”. A professora Paizinha disse que vai continuar lutando pela causa.
FONTE: http://piauinoticias.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário