Radio Alvorada FM Ao Vivo.

DATA E HORA

PAGINA INICIAL

ATENÇÃO LEITORES:

ATENÇÃO: A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORÃO DEIXA CLARO QUE NÃO SE RESPONSABILIZARA PELOS COMENTÁRIOS POSTADOS NAS MATÉRIAS PUBLICADAS NESTE BLOG, TODOS FICARÃO CIENTES QUE AO PUBLICAREM QUALQUER COMENTÁRIO INADEQUADO OU OFENSIVO, QUE O MESMO SERÁ DE SUA INTEIRA RESPONSABILIDADE. ATENCIOSAMENTE A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORAO.

sábado, 13 de julho de 2013

Cansados de serem vítimas de crimes sem solução, empresários de FLORIANO-PI querem segurança.

 
A onda de crime em Floriano-PI, tanto nos bairros, quanto no centro da cidade, situação que envolve como vítimas, barres, restaurantes, residências e empresas dos mais variados setores provocou uma reunião nessa quinta-feira dia 11/07/2013 de um grupo de empreendedores locais, com o 3º Batalhão da Polícia Militar de Floriano-PI, órgão que tem o comando do tenente coronel Lisandro Honório. A reunião foi na própria sede do comando local.
Floriano-PI é uma das cidades do interior do Estado mais bem aparelhada no que se refere a segurança, pois além de um Batalhão da PM que agrega cerca de 200 policiais militares há ainda uma Central da Polícia Civil com dois Distrito, sendo que nos mesmo existem três delegados, sendo um regional e dois distritais.
Mesmo com todo esse aparelhamento policial, as famílias de modo em geral tem procurado se proteger das ações criminosas com cercas elétricas, vigias nas casas e comércios, seguranças, cães de guarda, contudo, esses meios não tem sido suficientes e as ações criminosas tem ocorrido nos horários mais improváveis e ainda em lugares onde estão aglomeradas inúmeras pessoas, ou seja, tem ocorrido verdadeiros arrastões  com as vítimas perdendo dinheiro, aparelhos de celulares e ainda objetos de uso pessoal.  Praticamente em todos os bairros da cidade há registro da prática de ações criminosas, em determinadas situações as vítimas foram agredidas fisicamente e algumas chegaram a perder a vida.
Após a reunião que houve nessa quinta de um  grupo de empreendedores com o comando da PM o líder do grupo empresarial Conegundes Oliveira afirmou, “ após esse encontro com o comandante da PM devemos realizar um novo encontro na próxima semana para discutirmos esse mesmo tema e devemos ouvir das pessoas presentes as alternativas para que o problema  seja resolvido, ou pelo menos amenizado. Tempos lideranças políticas como deputado estadual, vereadores e devemos envolver também o Ministério Público.
O empresário afirmou que a PM tem feito o seu papel com algumas prisões, mas que está faltando alguns procedimentos como investigações, por exemplo, e ainda manter os criminosos presos. “Quando há a prisão, esses são liberados no dia seguinte.
Estamos vivendo uma situação que nos leva a cobrar das autoridades procedimentos mais enérgicos que nos transmita mais segurança”, colocou o presidente do Sindicato do Comércio Varejista local, Conegundes Oliveira.
Apesar de ter policiais diuturnamente nas ruas do centro e bairro da cidade o tenente coronel da PM, Lisandro Honório, admite que existem falhas no trabalho desenvolvido. “sabemos que está havendo falhas, mas estamos nas ruas diuturnamente para dar segurança e na medida do possível estamos coibindo esses assaltos e arrombamentos, mas infelizmente a demanda é grande e vamos continuar prendendo. Infelizmente estão em liberdade os useiros e vezeiros em praticar assaltos em Floriano-PI, a demora é só nós pegarmos e fazer com o que eles voltem para o Presídio de Vereda Grande”, disse o PM.
Nessa semana o tenente coronel Lisandro teve uma reunião com comandante geral da PM no Estado e uma das orientações que seja dado total segurança as pessoas de bem, disse ele.

ALGUNS DOS ÚLTIMOS CRIMES:



FONTE: http://piauinoticias.com

Um comentário:

  1. Caro Alonso, a policia se diz preparada, mais infelizmente não é a verdade. Quando você liga pro 190 a viatura demora décadas a chegar. E as blits???A maioria dos criminosos andam de motos, sem capacetes e cometendo varias infrações. Agora se você quiser ver a Policia chegar rápido em uma ocorrência é só ligar pra eles e denunciar som abusivo, em poucos minutos a viatura chega e ainda discrimina o proprietário do veiculo como marginal, muleque entre outros mais.

    ResponderExcluir