Radio Alvorada FM Ao Vivo.

DATA E HORA

PAGINA INICIAL

ATENÇÃO LEITORES:

ATENÇÃO: A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORÃO DEIXA CLARO QUE NÃO SE RESPONSABILIZARA PELOS COMENTÁRIOS POSTADOS NAS MATÉRIAS PUBLICADAS NESTE BLOG, TODOS FICARÃO CIENTES QUE AO PUBLICAREM QUALQUER COMENTÁRIO INADEQUADO OU OFENSIVO, QUE O MESMO SERÁ DE SUA INTEIRA RESPONSABILIDADE. ATENCIOSAMENTE A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORAO.

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Atendimento sem qualidade no Hospital de FLORIANO-PI é citado em discurso.



A situação de desrespeito no Hospital Tiberio Nunes de  Floriano-PI no bairro Manguinha, com  pacientes e a população de modo em geral foi citado em discurso da enfermeira e jornalista Jaquelina Nascimento. O discurso foi feito na avaliação de Português Jurídico que teve o  tema central : Valorização da Saúde Pública. O envio do discurso ao piaunoticias.com ocorreu através de e-mail.
DISCURSO NA ÍNTEGRA: VALORIZAÇÃO DA SAÚDE PÚBLICA:
Boa noite cidadãos e cidadãs; caros colegas de graduação! Dispenso apresentação por nos conhecermos. É com imensa satisfação que enfatizarei a questão da valorização da saúde pública. Valorização? De acordo com o dicionário informal online, valorizar significa reconhecer a importância de algo. Será que a saúde pública no Brasil, Piauí e Floriano está tendo seu valor reconhecido?
Fiquei pensando em como poderia discorrer sobre o tema à qual me deixou feliz por ter muita afinidade. Poderia vir aqui com palavras eloquentes, mas resolvi fazer uma autoanálise e retrocesso a 2005 quando cursava graduação em enfermagem e me deparei com situações subumanas em João Pessoa a cada estágio nos hospitais.
Uma questão que mais chamou minha atenção foi quando andava de uma ala a outra e vi um paciente agonizando com hemorragia e muito sangue saindo de suas narinas em um leito imundo e vários profissionais passando pelos corredores sem dar valor àquela vida.
Lembro-me que fui à chefia daquele hospital e diante de tal situação reclamei e até ameacei que colocaria na mídia estadual e até nacional se possível para ver aquela situação resolvida. E ainda mais os fiz refletir: E se fosse um pai ou mãe de vocês, faria de conta que não os via?
Pois bem amigos, esse exemplo deprimente, vergonhoso e até de falta de caráter e de compromisso de alguns profissionais da área de saúde acontece não apenas em João Pessoa, mas no Brasil todo.
No último sábado, dia 19 de outubro, o estado do Piauí comemorou 191 anos. Fiquei pensando! O que comemorar no dia do Piauí?
A saúde pública está cada vez mais precária, infelizmente. Se analisarmos o HTN, Hospital Tibério Nunes em Floriano que nem lençóis há que é o básico... Sem falar no atendimento que muitas vezes é sem qualidade... Os médicos que não olham para os pacientes...
E os postos de saúde? Muitas vezes o médico diz que viajou para poder atender em seu consultório particular deixando os pacientes que precisam do SUS a desejar...
O Senhor Jesus Cristo diz que o segundo mandamento é: “Amarás o teu próximo como a ti mesmo”. O que falta amigos é a prática do amor na saúde pública e estruturas para que os profissionais também possam trabalhar.
Falta ter políticos comprometidos com a coisa pública e não com seus próprios interesses; políticos que parem de desviar dinheiro público, ou seja, nosso dinheiro.
Não há que se falar em saúde de qualidade, ou até mesmo em saúde básica, em um país dotado de deficiência no sistema público de saúde, o qual é notoriamente precário e insuficiente para atender a demanda de sua população.
Certo é que, ainda que tivéssemos a mais alta infraestrutura em hospitais públicos, postos e unidades de saúde, ainda assim não seria possível sanar os inúmeros problemas, vez que tal sistema padece de profissionais comprometidos, não diria todos, com o atendimento humanizado do paciente!
Diante dos argumentos levantados vê-se a necessidade de investimentos em infraestrutura hospitalar, saneamento básico e fiscalização dos recursos destinados à saúde. Dessa forma, será possível garantir ao cidadão um sistema de saúde de qualidade.
O que fazer diante de tais situações? Confiar na justiça dos homens? Cidadãos e cidadãs! Confiem sim, na justiça de Deus! Que analisemos que a saúde pública é como a antítese de Gregório de Mattos, no poema “Inconstância das coisas do mundo!”. “Nasce o Sol, e não dura mais que um dia; Depois da Luz se segue à noite escura; Em tristes sombras morre a formosura, Em contínuas tristezas e alegrias”.
OBRIGADA PELA ATENÇÃO!
VAMOS QUE VAMOS COM FÉ EM DEUS!
JAQUELINA NASCIMENTO.
FONTE: http://piauinoticias.com

Um comentário:

  1. Cuidado com a subumana - deve ser sub-humana né?

    ResponderExcluir