Radio Alvorada FM Ao Vivo.

DATA E HORA

PAGINA INICIAL

ATENÇÃO LEITORES:

ATENÇÃO: A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORÃO DEIXA CLARO QUE NÃO SE RESPONSABILIZARA PELOS COMENTÁRIOS POSTADOS NAS MATÉRIAS PUBLICADAS NESTE BLOG, TODOS FICARÃO CIENTES QUE AO PUBLICAREM QUALQUER COMENTÁRIO INADEQUADO OU OFENSIVO, QUE O MESMO SERÁ DE SUA INTEIRA RESPONSABILIDADE. ATENCIOSAMENTE A DIREÇÃO DO BLOG ALONSOBISORAO.

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Juristas de FLORIANO-PI avaliam postagens discriminatórias contra nordestinos.

 
O acirramento da disputa eleitoral de 2014, foi além dos cadernos de política dos portais chegando a casos de polícia na internet. Tudo por conta de postagens feitas em páginas sociais discriminando os nordestinos que demonstraram a sua preferência pela candidata do PT, Dilma Rousseff.
A grande maioria das postagens é de pessoas que se identificam por pseudônimos, mas isso não impede a polícia de chegar aos seus autores, graças à tecnologia que permite localizar o computador de onde originou a postagem, chegando assim ao criminoso.
Esse tema foi debatido por três juristas de Floriano-PI, pertencentes à banca de advogados Cabedo e Messias. O Advogado Arnaldo Messias avalia com muita tristeza esse tipo de atitude. "Ninguém votou sob pressão. Todos votaram de acordo com as suas convicções e seja qual for o resultado, deve ser respeitado e esse tipo de comportamento que se ver nas redes sociais deve ser repelido por todos nós brasileiros, seja nordestino ou não", disse Arnaldo (à direita).
Avaliando de maneira jurídica, o advogado Cléber Alencar disse que qualquer cidadão que se sentir ofendido em sua honra, pode adotar as medidas jurídicas cabíveis. "Isso é bastante lamentável. Não foi só o nordeste que elegeu a candidata Dilma e todo mundo tem o seu livre-arbítrio para votar em quem quiser", concluiu Cléber (centro).
Já o advogado Leonardo Cabedo também emitiu o seu parecer acerca desse fato lamentável. Na opinião do jurista, o resultado  da votação apresentou uma diferença de 3% o que apresenta um equilíbrio eleitoral. "A partir daí, a presidente eleita deve trabalhar tanto para os que a elegeram, como para aqueles que não acreditam no seu projeto. Ela deve governar para todos de forma indistinta". O advogado disse ainda que as opiniões devem ser respeitadas e devemos olhar pro futuro.
Informações do  JC24horas.
POSTADO POR: Alonso Bisorão.
FONTE: http://piauinoticias.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário